Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha

Hoje  (25/julho) se comemora o  Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, que foi criada em 1992 durante  o primeiro Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, em Santo Domingos, República Dominicana. Considerada marco internacional da luta e resistência da mulher negra.

A data no Brasil também é considerada nacional, pois, em 2014, foi instituída por uma lei, como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. Tereza de Benguela foi uma importante líder quilombola que viveu durante o século 18, como Dandara e outras que a nossa história não revela.

Comemorada em todo o território brasileiro, cada cidade festeja com uma programação diferente, como por exemplo, no Rio de Janeiro em Campos dos Goytacazes haverá estande e oficinas do Projeto de Inclusão Produtiva., oficinas de Estética de Cabelo Afro e Acessórios Étnicos em Fibra de Bananeira, como pulseiras, brincos e colares.

Em Cuiabá, terá uma roda de conversa, apresentações culturais e oficina de turbantes, além das atividades realizadas no dia, durante a semana está programada debates em unidades de saúde.