Kit Culturas Negra e Cigana em Foco (VIDEOS DISPONÍVEIS)

LINK PARA PLAYLIST NO FINAL DA PÁGINA.

Secretaria da Cultura lança vídeos sobre a diversidade cultural. São quatro documentários sobre a cultura cigana e as rodas de resistência da cultura negra:

O samba, a capoeira e o candomblé, com direção de Heitor Werneck.

A cultura, memória, história e tradições cigana, bem como das rodas de resistência negra – samba, capoeira e candomblé, foram os temas escolhidos pela Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias, da Secretaria de Estado da Cultura, para serem retratados em documentários que discorrem sobre a intolerância, o preconceito, a discriminação, mas acima de tudo, o respeito às diferenças.Os quatro vídeos-documentários, com uma média de 15 a 20 minutos cada, foram dirigidos pelo cineasta, produtor cultural e estilista Heitor Werneck e serão lançados no próximo dia 10 de agosto, às 14h00, no Salão Nobre da Secretaria de Estado da Cultura, na Sala São Paulo.O Kit Culturas Negra e Cigana em Foco será distribuído em DVDs para todos os municípios paulistas que possuem coordenações, conselhos ou outros órgãos de promoção da igualdade racial, no intuito de contribuir para o debate sobre a diversidade humana nos espaços culturais e salas de aula. “A cultura é uma das principais ferramentas para promover a diversidade, aceitar as diferenças e combater qualquer tipo de preconceito. Mostrar essas culturas para a população ajuda a quebrar preconceitos presentes em nossa sociedade, e diminuir, ou eliminar, a intolerância”, afirma o secretário-adjunto da Cultura, José Roberto Sadek. Segundo a Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias, foi “justamente pensando em dar visibilidade e fortalecer a identidade e a cultura negra e cigana que criamos a ideia desse kit, que retratará as tradições, histórias e cultura cigana, desmistificando alguns pré-conceitos sobre essa etnia e também produzimos documentários sobre as três rodas de resistência da cultura e tradição negra: o samba, a capoeira e o candomblé”. A intenção desses documentários é, portanto, levar ao público histórias para reflexão e, assim, diminuir o preconceito e a discriminação para com estas questões. O Kit Culturas Negra e Cigana em Foco, pode apoiar os municípios na execução das Leis Federais nº 10.639/03 e nº 11.645/08, que tornaram obrigatório o ensino de História da África, cultura africana e afro-brasileira, bem como a História e a cultura indígena no currículo da educação básica. Cada vídeo tem duração entre 10 e 15 minutos, ideal para iniciar um debate a respeito das questões. O diretor Heitor Werneck foi convidado a dirigir os filmes em função de sua experiência no documentário O Outro Lado, no qual relatou a história da população LGBT em situação de rua, na Cidade de São Paulo. “Escolhemos Heitor porque ele nos mostrou uma condução neutra em ‘O Outro Lado’, dando voz às ruas, sem colocar sua visão acima dos personagens”, afirmou o ex-Assessor de Gêneros e Etnias, Cássio Rodrigo. A ideia central de cada episódio é dar voz aos personagens, de forma que eles próprios contem e exemplifiquem sua relação com a cultura. O vídeo sobre os ciganos, por exemplo, foi gravado em um acampamento da etnicidade Calon localizado no Bairro Novo Bom Sucesso, em Guarulhos. No vídeo sobre capoeira, o personagem principal é Mestre Ananias, um dos mais antigos em atividade em São Paulo; falecido em 21 de julho passado. No samba, merece destaque Seu Candinho, da Velha Guarda da Camisa Verde e Branco, uma das mais tradicionais escolas paulistanas. A produção foi feita pela Abaçaí Cultura e Arte, organização social parceira da Secretaria da Cultura.

VIDEOS NO YOUTUBE: https://www.youtube.com/playlist?list=PLvCoEMIyM2Vz_0U9GOB5SxkIKq3so7w55