Sobre ACGE

O que é a ACGE?

A Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias (ACGE), da Secretaria de Estado da Cultura, tem como objetivo fomentar e disseminar políticas culturais voltadas aos segmentos negro, indí­gena, cigano, de mulheres; de pessoas com de­ficiências e LGBT. Desta forma, busca contribuir para promover a igualdade de direitos e quebrar preconceitos e paradigmas presentes em nossa sociedade.

Para dar visibilidade a esses segmentos, utiliza­mos campanhas culturais de participação popular, cuja finalidade é incentivar a produção cultural destas populações e resgatar sua história e sua cultura.

Outro mecanismo utilizado são os Editais ProAC – Programa de Ação Cultural, criados para difundir e apoiar iniciativas voltadas à cultura. Nesses edi­tais, contemplamos as populações indígena, LGBT e quilombolas, além de projetos voltados ao Hip-Hop, cujo escopo é a juventude.

Recebemos, também, projetos encaminhados di­retamente à assessoria, oriundos, em sua maio­ria, de Prefeituras que trabalham políticas públi­cas para os segmentos populacionais com os quais atuamos, como forma de incentivar parce­rias entre o Estado e Municípios.

Principais atividades:

Encontro Paulista de Hip-Hop – é um evento que tem como objetivo divulgar a cultura Hip-Hop nas suas mais diversas expressões, como graffiti, MJ, etc. O público alvo, em sua grande maioria, são jovens das mais diversas localidades do Estado.

Consciência Negra – Durante o ano, a Assessoria pauta uma série de atividades junto às demais unidades da Secretaria, como forma de fomentar a cultura negra paulista e brasileira. No mês de novembro, em comemoração ao Dia da Consciência Negra, são realizadas diversas atividades culturais e um grande show na capital.

Campanhas de Visibilidade – Desde 2007, a Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias desenvolve campanhas de visibilidade. Foram elas: “Homenagem a 20 personalidades Negras Históricas” em 2007, “Racismo: Se você não fala, quem vai falar?”, de 2008, e “África em Nós”, de 2009. No ano passado a campanha foi “O que é Consciência Negra para você?”

Apoio às datas afirmativas dos segmentos LGBTT, Indígena, Pessoas com Deficiência, Cigana, Mulheres, Negro, Nordestinos, entre outras.

Além disso, desenvolvemos ações culturais que ajudam a fortalecer os segmentos, não apenas nas datas afirmativas, mas durante todo o ano, facilitando o acesso aos equipamentos culturais e promovendo a cultura em todo o Estado.

Exposições itinerantes:

Atualmente, a Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias possui duas exposições itinerantes:

“África em Nós” e “Homofobia fora de Moda”.

África em Nós: é fruto de uma campanha de visibilidade que foi desenvolvida pela Assessoria em 2009. Recebemos fotografias que caracterizam a África presente em nossa cultura. A campanha foi um sucesso em participação. As melhores imagens selecionadas deram origem a um livro e hoje compõem a exposição. Desde 2010 tem percorrido as cidades do interior paulista.

Homofobia fora de Moda: Em parceria com a CADS (Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual – Prefeitura de São Paulo) e a Casa de Criadores foi promovido um concurso de novos talentos da Moda, o objetivo era que fossem desenvolvidas estampas contra a homofobia, dos 122 inscritos os 30 melhores foram selecionados e hoje compõem a exposição que assim como a “África em Nós” percorre o Estado de São Paulo.